15 Motivos para amar Grey’s Anatomy

Não que precise de motivos para amar essa série, mas se você nunca assistiu ou tem medo de assistir por ter temporadas demais, aqui estou para tentar te mostrar de uma maneira rápida e direta que você está perdendo a oportunidade de se Graduar em medicina e em sofrimento.

1 –  Mcdreamy, vulgo Derek Shepherd, você vai querer um também.

2 – Esse é o Alex Karev, você aprende a amar com o tempo.

3 – Mark Sloan, esse você vai querer pelo menos 3 em casa.

4 – Jackson Avery e seus olhos verdes.

Tá, vamos esquecer os médicos bonitos…. Mas já foram 4 motivos maravilhosos, certo?

5 – Nós temos Christina Yang que representa o mundo em apenas uma fala.

6 – Meredith Grey, nossa protagonista toda “Hello darkness my old friend”.

7 – Melhor amizade EVER.

8 – Você sofre mais que os personagens.

9 – Os médicos morrem mais que os pacientes, e você obviamente sofre por isso.

10 – Você aprende a amar os personagens e eles vão embora, e você sofre de novo.

11 – Você acha que aprendeu algo de medicina e acha que pode diagnosticar seus amigos.

12 – Você aprende que beber Tequila é o primeiro caminho pra se tornar médico.

13 – Você acaba aprendendo mais do que medicina.

14 – Você sofre.

15 – E você percebe que como você, eles também não fazem ideia do que estão fazendo.

 

 

Diário da Cirurgia Bariátrica: 1º Semana

1200

Eu voltei e junto comigo trouxe o primeiro Post real/oficial do Blog onde eu já vou gerar polêmica. Motivo? Me submeti a Cirurgia Bariátrica, também conhecida como Redução de estômago.

Bom, pra começar vamos aos dados.
Altura: 1,58cm
Peso antes da cirurgia: 89Kg

Eu me submeti a Cirurgia depois de passar anos e anos da minha vida tentando de todas as maneiras possíveis emagrecer, seja através de dietas de carboidrato, proteína, dieta da sopa, remédios, dietas dadas por nutricionistas e endocrinologistas, e nada absolutamente nada resultava em perda de peso. Me lembro de conseguir perder no máximo 6Kg, eliminando 2Kg por mês enquanto fazia dieta equilibrada e academia todos os dias da semana, a partir daí eu não conseguir perder mais nada e voltava a engordar tudo de novo.

Com o tempo eu comecei a sentir as consequências do sobrepeso: Dores no joelho, falta de ar excessiva – Só de subir um andar de escadas – Colesterol alto, Glicose acima da média e Esteatose hepática aguda (Gordura no fígado). Meu peso começou a me prejudicar e algo que eu deixei tanto tempo de lado finalmente veio a tona, eu estava ficando doente e aí foi minha gota d’ água. Nunca gostei de ser gordinha, nunca fui muito fã do meu corpo, mas eu também nunca me importei tanto com isso, fazia tudo que gostava, me vestia como gostava e os meus quilos a mais nunca me impediram disso, mas perceber como a minha saúda estava sendo afetada e como ela continuaria se afetando cada vez mais me fez acordar pra vida, a única coisa da qual eu conseguia pensar era em como eu estaria daqui a 20 anos, e a única resposta que eu eu queria ter era que eu estaria saudável.

Depois de muitos exames feitos, muitas visitas ao médico eu finalmente consegui marcar minha cirurgia, dia 02/01/2017, eu já queria começar o ano com o pé direito. No meio disso tudo eu disse a todos, tanto familiares quanto amigos que eu faria apenas uma cirurgia para retirada da Vesícula, eu queria que a minha decisão fosse feita apenas por mim, sem ninguém pra me impedir ou dizer que não achava uma boa ideia, era algo que eu queria fazer por mim e não queria que ninguém me tirasse esse sonho.

E agora, uma semana depois aqui estou! Hoje estou entrando na Dieta Líquida Completa, nessa fase eu já passo dos caldos, água e gelatina para algo um pouco mais “engrossado”. A primeira semana da cirurgia é a mais difícil de todas, sua única refeição? Líquido. Mas engano seu se pensa que esse líquido é uma suculenta vasilha com caldo, não, é um copo descartável de café de 50mL a cada 30 minutos. Nada mastigável meus caros amigos, nadicas de nada, porém não é algo que faça você morrer de fome porque na verdade você não sente fome. Okay, não vou mentir e nem ser hipócrita e dizer: “Não sinto vontade comer nada, não sinto falta de nada.” MENTIRA. Eu não sinto falta de comer porcaria não, mas gente, como eu sinto falta de comer um arroz com feijão, uma salada com carne, até mesmo de fruta eu sinto falta de comer, na verdade eu acho que é mais vontade de mastigar do que de comer.

Até agora eu não tive nenhum problema com refluxo, gases, dores e nem me engasguei e com a benção de Deus vou continuar sem passar por nenhum desses problemas. Semana que vem eu conto pra vocês como esta sendo a minha segunda fase da Dieta.

Qualquer dúvida, comentário é só mandar que eu respondo.