O que eu achei: Santa Clarita Diet

drew-barrymore-timothy-olyphant-santa-clarita-diet

Santa Clarita Diet é a mais nova série da Netflix e como tantas outras ela estava sendo muito aguardada. A história é quase como um conto de zumbi com muita comédia e um pouco diferente ao que estamos acostumados, – Com a pele podre, pedaços faltando e todo o linguajar Grr, uuhg, aaah – aqui o zumbi tem uma pele linda, faz lindas caminhadas de manhã com as amigas, cuida da filha única, tem uma personalidade forte e ainda tem tempo de vender imóveis.

Sheila é interpretada pela lindíssima Drew Barrymore e um dia como outro qualquer ela tem uma pequena dorzinha de barriga e de repente ela se torna uma morta-viva. Com isso ela acaba sentindo aquela vontade que todos mortos-vivos tem, vontade por carne humana e acreditem ela tenta de tudo.

Santa Clarita Diet

Com o desejo e a fome falando mais alto,  Sheila e o marido Joel interpretado pelo ator Timothy Olyphant eles tem apenas uma saída, conseguir comida para Sheila e então a história tem seu desenrolar.

A comédia domina a série completamente, não há nada de assustar ou muito medonho é apenas uma história de comédia com um pouco de zumbi nela. No começo eu achei que realmente não ia gostar da história, por estar acostumada com toda a coisa de The walking dead, mas você acaba se encantando aos poucos pela história.

rs-santa-clarita-diet-02-0db921f3-9b0c-405c-8cd6-59cdb789d18f

Mesmo Drew sendo a atração principal da série, quem rouba a cena é Timothy como Joel, ele consegue transmitir tudo o que você pensa durante os 30 minutos de episódio. Por mais que ele ame a mulher e CARAMBA, como ele a ama, você ainda consegue ver o desespero e o nojo que ele sente ao vê-la devorar alguém. Sua maneira de controlar Sheila e os impulsos dela te faz perguntar se você teria coragem de fazer a mesma coisa por alguém que você ama.

A coisa toda na verdade é muita estranha, além de Joel aceita tudo “Numa boa”, a filha deles Abby interpretada pela Liv Hewson também consegue ser muito compreensiva com o fato de sua mãe ter morrido e retornado a vida. No final é tudo uma loucura, eles se metem em tanta confusão que você não sabe se eles vão conseguir sair sem ninguém perceber.

Pra quem gosta de uma comédia vai amar a série com certeza, os episódios são curtos e o cenário é todo muito agradável. Confesso que as vezes eu achei algumas cenas desnecessárias ou entediantes, mas acabei assistindo toda a série e gostando bastante e logicamente me perguntando onde tudo isso vai acabar.

download

Então corre pro Netflix que todos os episódios estão disponíveis e depois me conta o que você achou e vê se não perde o apetite.

 

Anúncios

15 Motivos para amar Grey’s Anatomy

Não que precise de motivos para amar essa série, mas se você nunca assistiu ou tem medo de assistir por ter temporadas demais, aqui estou para tentar te mostrar de uma maneira rápida e direta que você está perdendo a oportunidade de se Graduar em medicina e em sofrimento.

1 –  Mcdreamy, vulgo Derek Shepherd, você vai querer um também.

2 – Esse é o Alex Karev, você aprende a amar com o tempo.

3 – Mark Sloan, esse você vai querer pelo menos 3 em casa.

4 – Jackson Avery e seus olhos verdes.

Tá, vamos esquecer os médicos bonitos…. Mas já foram 4 motivos maravilhosos, certo?

5 – Nós temos Christina Yang que representa o mundo em apenas uma fala.

6 – Meredith Grey, nossa protagonista toda “Hello darkness my old friend”.

7 – Melhor amizade EVER.

8 – Você sofre mais que os personagens.

9 – Os médicos morrem mais que os pacientes, e você obviamente sofre por isso.

10 – Você aprende a amar os personagens e eles vão embora, e você sofre de novo.

11 – Você acha que aprendeu algo de medicina e acha que pode diagnosticar seus amigos.

12 – Você aprende que beber Tequila é o primeiro caminho pra se tornar médico.

13 – Você acaba aprendendo mais do que medicina.

14 – Você sofre.

15 – E você percebe que como você, eles também não fazem ideia do que estão fazendo.